Governo federal autoriza Prefeitura a licitar R$ 99 milhões para obras de mobilidade urbana

Compartilhe
Tags

A Prefeitura de Curitiba obteve autorização do Governo Federal para licitar obras do lote 4 da Linha Verde e outras três grandes intervenções para melhorar a mobilidade urbana da capital.

A liberação foi dada após reunião do prefeito Rafael Greca e do governador Beto Richa com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, e com o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, nesta terça-feira (17/10), em Brasília.

Ainda no primeiro semestre deste ano, a Prefeitura conseguiu regularizar com o ministério as pendências e atrasos nos projetos ocorridos na gestão passada. As obras estavam desde então sob análise do Ministério das Cidades, que vai financiar os R$ 99 milhões necessários para as intervenções.

O dinheiro permitirá concluir o trecho da Linha Verde entre a rua Fagundes Varela e o trevo do Atuba, que exigirá recursos de R$ 74,9 milhões. Outros R$ 9,2 milhões serão usados para construção do terminal do Tatuquara e reforma do terminal da Vila Oficinas. Já a trincheira na Avenida Nossa Senhora Aparecida com a Mário Tourinho terá recursos de R$ 14,5 milhões.

“Após os esforços para colocar as finanças da cidade em ordem, damos um grande passo com essa autorização do governo federal, que na prática significa a volta de grandes e importantes projetos para Curitiba”, disse o prefeito, que reforçou também a importância da parceria com o governo estadual na obtenção dos recursos. “Vem aí um ano de grandes obras de mobilidade.”

De acordo com o secretário Governo Municipal, Luiz Fernando Jamur, que acompanha o prefeito em Brasília, a licitação deverá ser lançada no mês que vem, e a previsão para início efetivo das obras é o começo de 2018.

Na viagem a Brasília, Greca também se encontrou com embaixadores de países árabes e teve reuniões na embaixada da China e no Itamaraty. O chefe de cerimonial e assessor de relações internacionais da Prefeitura, Luiz Roberto Pinho Borges, também acompanha o prefeito.

Importância das obras
A trincheira da Avenida Mário Tourinho com a Nossa Senhora Aparecida irá melhorar a ligação do Centro com o Campo Comprido e da região do Portão com a BR-277 no sentido do Parque Barigui e vice-versa.

Na Linha Verde, as obras dos lotes 4 complementam o corredor de transporte de Norte a Sul da cidade.

Já a reforma do terminal da Vila Oficinas prevê pavimentação em concreto e as plataformas de embarque serão adaptadas para atender a novas linhas de ônibus de forma a melhorar a operação do transporte.

O terminal do Tatuquara, por sua vez, será instalado no terreno anexo da Rua da Cidadania. O equipamento é fundamental para descentralizar o transporte na região, hoje concentrado no Terminal Pinheirinho.

A ser implantado numa área de 3,4 mil m², o novo terminal irá receber dez linhas alimentadoras. De lá sairão linhas troncais que poderão fazer futura integração em estações estratégicas da Linha Verde ou seguir diretamente à região central.

A ligação do Terminal Tatuquara com a Linha Verde será feita, inicialmente, pelas Ruas Presidente João Goulart, Antônio Zanon, Delegado Bruno de Almeida até o Viaduto Vila Pompéia, que já tem prontos os projetos das alças de acesso à BR-116.

Foto:Ricardo Almeida/SECS