Ministros de países de língua portuguesa assinam acordo para fortalecimento do turismo

Compartilhe
Tags
Ministros e autoridades do turismo de oito países participaram na manhã desta quinta-feira (29) da IX Reunião de Ministros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O encontro, liderado pelo ministro do Turismo do Brasil, Marx Beltrão, aconteceu durante o 12º Festival das Cataratas, em Foz do Iguaçu (PR). Na ocasião, as autoridades discutiram o Plano Estratégico de Cooperação em Turismo da CPLP e assinaram a Declaração de Foz do Iguaçu.
O plano foi elaborado pelo Brasil e tem entre as medidas previstas a promoção do desenvolvimento sustentável turístico nos países de língua portuguesa, além da manutenção das relações multilaterais entre eles. Já a Declaração de Foz do Iguaçu mostra um comprometimento das autoridades que a assinaram, junto a seus países, com o desenvolvimento social e econômico e fomento nas discussões sobre cultura, trabalho infantil e poluição de oceanos.
 
Para o ministro Marx Beltrão, a reunião exalta a cultura da língua portuguesa e a parceria entre os países. “Essa parceria estreita os laços entre os membros, ajuda a desenvolver o turismo sustentável e promover a cultura e os produtos locais. Promovemos também a aplicação de tecnologias no ambiente do turismo e incentivamos pequenas e médias empresas do setor a terem acesso a financiamentos e crescerem no mercado”, explicou.
Além do Brasil, estiveram presentes à reunião representantes dos demais países membros do grupo: Angola, Cabo Verde, Moçambique, Guiné Equatorial, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. O encontro permitiu a troca de conhecimento e ações conjuntas para o desenvolvimento do turismo nos países.
COOPERAÇÃO – Ainda durante a manhã foi realizada uma reunião bilateral entre os ministros de turismo do Brasil, Marx Beltrão, e de Angola, Paulino Domingos Baptista, para tratarem sobre medidas de incentivo do turismo no país africano, além da qualificação de seus profissionais. O ministro angolano pediu que o Brasil, por meio de sua experiência, auxilie seu país nas questões turísticas.
A secretária Nacional de Qualificação e Promoção do Turismo do MTur, Teté Bezerra, participou da reunião e relatou que um acordo de cooperação será assinado em breve. “Os angolanos buscam fazer um turismo interno e querem aprender com as nossas experiências como qualificarem melhor seus trabalhadores. Futuramente, um acordo de cooperação será assinado pelos representantes dos dois países”, afirmou a secretária.