Paranaenses devem usar o 13º salário para pagar dívidas

Compartilhe
Tags

Boa parte dos paranaenses vai aproveitar o 13º salário para quitar dívidas. É o que mostra a sondagem da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), na qual o pagamento de dívidas foi a destinação mais citada, com 33,3%.

O 13º salário deve injetar R$12,66 bilhões na economia do Estado. As empresas têm até o dia 30 de novembro para realizar o pagamento da primeira parcela aos trabalhadores. Já os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber a última parte do 13º a partir de segunda-feira (26) até o dia 7 de dezembro, junto com o benefício mensal.

Além da regularização de dívidas, 21,6% dos paranaenses pretendem utilizar o dinheiro extra para fazer uma reserva financeira e 17,8% planejam usar o valor para viajar. A compra de presentes para as festas natalinas foi mencionada por 16,2%; o pagamento de impostos e taxas por 10,2% e a mesma parcela (10,2%) ainda não sabe o que fazer com o 13º salário.

De acordo com a Fecomércio PR, o pagamento das dívidas com o abono de fim de ano deverá favorecer a economia também de forma indireta, pois após quitar seus débitos, o consumidor recupera sua capacidade de compra e parcelamento. Comprar de forma parcelada é uma prática comum dos brasileiros, especialmente dos paranaenses, visto que 89,4% dos consumidores do Estado possuem algum tipo de dívida, seja no cartão de crédito, financiamento de carro ou casa, cheque pré-datado, cheque especial ou até mesmo carnês e outros serviços, conforme dados de outubro da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), elaborada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).