Tem ceia de Natal do Expresso Solidariedade na Rui Barbosa

Compartilhe
Tags

Arroz à grega, frango assado, maionese, farofa e, de sobremesa, banana caramelizada com creme de baunilha e panetone. Este foi o cardápio servido na primeira ceia de Natal do Expresso Solidariedade, na noite desta segunda-feira (10/12), na Praça Rui Barbosa. O ônibus da Fundação de Ação Social (FAS), adaptado em forma de refeitório, atende principalmente a pessoas em situação de rua, com o apoio de grupos voluntários que preparam e distribuem refeições nas principais praças da cidade.

O jantar foi oferecido pelos voluntários da Igreja Metodista da Avenida Sete de Setembro, que desde junho distribui refeições a pessoas em situação de rua, no Expresso Solidariedade e nas vilas Torres e Pantanal. “Nos reunimos uma vez por semana para preparar e doar aos moradores de rua. Nosso objetivo é transmitir o amor de Jesus”, explicou a voluntária Lucimara Balmant Cruzeiro. A cada noite são servidas 300 marmitas.

Júlio Cezar Santos Oliveira, 30 anos, esteve no ônibus, mas preferiu pegar os alimentos e comer em outro lugar. O carioca que está nas ruas de Curitiba desde setembro de 2016 disse que sempre janta no Expresso Solidariedade e dorme nas unidades da FAS. “A comida é muito boa e temos muita receptividade. O pessoal da FAS também é muito bacana”, elogiou.

A aposentada Eva Lewandowiski, 67 anos, também vai ao Expresso Solidariedade todas as noites de atendimento, que acontecem de segunda a sexta-feira, exceto feriados. “Ganho pouco de aposentadoria e ainda gasto muito com remédios. Muitas vezes não tenho dinheiro para comprar comida e até minha luz está cortada”, contou a idosa que cuida de uma residência no centro da cidade em troca de um espaço para morar.

Programação

As ceias de Natal do Expresso Solidariedade acontecerão até a próxima terça-feira (18/12), com exceção desta quarta-feira (12/12). Embora o Expresso tenha pontos de parada nas praças Tiradentes e 19 de Dezembro, as ceias serão servidas apenas na Praça Rui Barbosa, a partir das 19 horas.

Ao todo, nove grupos de voluntários estarão se revezando no atendimento. Todos os dias serão servidas 200 a 400 refeições, dependendo do número de grupos. O cardápio é definido pelos voluntários.

Nos dias 13, 14, 17 e 18 haverá atrações culturais ofertadas pela Fundação Cultural de Curitiba (FCC), como corais e a cantata de Natal.

A presidente da FAS, Elenice Malzoni, explica que além de receberem alimentação, as pessoas que buscam o Expresso Solidariedade podem ser encaminhadas também para outros serviços, como de acolhimento. “É um projeto solidário que resgata a dignidade dos usuários.”

Desde que foi criado, em junho de junho de 2017, o Expresso Solidariedade serviu aproximadamente 104 mil refeições. O projeto permite a organização da distribuição de refeições e oferece à população de rua um local onde ela pode se alimentar protegida da chuva e do frio.

 

Foto: Ricardo Marajó/FAS